08/02/2016

(Resenha de antologia) Ridículas Cartas de Amor - Organizadora Marcia Dantas


Comentando nessa resenha, você ganha mais uma chance extra no sorteio de 2 exemplares desse livro + marcadores que tá rolando até 08/03/2016. Para validar sua participação, preencha o formulário AQUI.  

“Todas as cartas de amor são ridículas, não seriam cartas de amor se não fossem ridículas” 

Tendo o título inspirado no poema de Álvaro de Campos, a antologia Ridículas Cartas de Amor, organizada pela Marcia Dantas, parceira do blog, reúne 12 autores (Mariana Sgambato é uma autora convidada), ou seja, temos 12 contos para nos deliciar. Segundo o que foi dito na apresentação da obra, a idéia central que gerou essa antologia surgiu numa conversa entre a Marcia e sua melhor amiga, Natalia Hanssen. Elas falavam que essa repulsa que algumas pessoas adquirira aos clichês românticos acabara por se tornar, também, um clichê. 

Elas quiseram levar essa idéia para o universo das fanfics, talvez criar um projeto que estimulasse o uso desses clichês, mas com uma abordagem nova e surpreendente, mostrando que aquele enredo já corriqueiro pode ser sim escrito de uma forma interessante. A idéia não rendeu muitos frutos, mas continuou presente na mente das duas. E eis que a Marcia resolve organizar essa antologia, nos brindando com contos fantásticos. Natalia permitiu que a Marcia realizasse o projeto. 

Os contos trazem o que foi inicialmente proposto: clichês inovadores. Contraditório? Pode parecer, mas não é. O amor em si é cheio de clichês, com suas declarações, floreios (às vezes, em pouca quantidade, em outras não). A inovação, por assim dizer, ficou por conta das situações em que alguns contos se desenrolavam e a narrativa.

Amor à primeira vista, por exemplo. Pra que clichê maior que esse, gente? Nina Spin o retrata da forma mais fofa e melancólica possível em seu conto No Silêncio de um Retrato. A autora, novamente, traz uma protagonista mais introspectiva (como em Sutilmente), trouxe, também, a sua poeticidade de sempre para os diálogos, algo que a Nina sabe encaixar perfeitamente, sem parecer fora de contexto e forçado. Amei a forma como a autora mostrou o amor crescendo gradativamente, até chegar numa explosão destruidora, que pode ter um final feliz ou não.  

O conto Doloroso, Difícil, Devastador de Lenon Fernandes nos apresenta um personagem que, em uma conversa entre amigos, descobre a vontade, por muitas pessoas inconfessável, de viver um amor doloroso, difícil, devastador, daquele que é quase um drama mexicano, nos faz chorar em posição fetal. No entanto, ele encontra-se em um relacionamento sério com uma pessoa que conhece desde a infância. É um amor que, digamos, tornou-se “calmo” aos poucos, mas que nem por isso há falta de amor. A forma como o autor resolver narrar a história foi bem diferente para mim, pois nunca havia lido nada escrito dessa maneira. Lenon narra inserindo o leitor na história, algo assim: “Vocês cresceram lado a lado, na mesma escola, na mesma turma. Conversavam de vez em quando, faziam trabalhos juntos” (página 37). O ruim é que a palavra “você” repete-se bastante, todavia o conto é tão legal quem nem me incomodei tanto com isso, sem contar que me senti uma personagem com essa sua narração, o que é muito bom, ajuda a entender algumas ações dos personagens. 

Sobre a finitude do que deveria ser para sempre, conto da Marcia Dantas, quase me fez chorar. A autora retratou o início do que poderia ser uma situação muito triste, mas a protagonista tratou logo de dar um basta nessa situação, o que muitas mulheres deixam para depois ela fez logo, uma verdadeira lição de como agir diante de uma situação como aquelas. E, sim, eu tô fazendo suspense com o conteúdo do conto porque não quero dar spoiler, leiam e entendam do que estou falando. A autora narra a história de forma detalhista e descritiva, mas sem exageros, as descrições são só suficientes para fazer com que o leitor visualize a cena. Entre as descrições, Marcia coloca reflexões da protagonista, aos poucos a história começa a se formar em nossa cabeça, e só então percebemos o motivo de suas ações e conclusões à respeito da vida. 




A capa é bem simples, se fosse uma capa mais rebuscada creio que seria melhor, mas ainda assim ela possui o seu encanto. A fonte está agradável, pena que as folhas não são amarelas. Ao final de cada conto, temos uma pequena biografia do autor em questão.

Gente, fica bem difícil falar de todos os contos, então farei uma síntese dos outros contos. Será um resumo bem direto da essência dos contos que ainda não comentei. Com meu comentários, creio que vai parecer que todos são bem clichês e, bem, eles podem até ser, mas são inovadores, só lendo essa coletânea de contos para entender esse lance de “clichê inovador”. Como diria a minha vozinha, aí vai o sumo

A separação - Amauri Chicarelli: mostra o quanto o casamento, às vezes, deixa alguém acomodado, esquecendo-se que a conquista de um amor precisa ser feita todos os dias, a cada segundo. A situação piora quando a outra pessoa não aceita viver acomodada. 

O livro esquecido - Priscila Louredo: Outro conto que nos traz um protagonista acomodado, sem vontade de mudar a sua rotina. Ficamos torcendo para ele fazer algo diferente, falar com a guria que sempre senta ao seu lado no metrô. Será que ele vai desacomodar? 

O ponto de ônibus – Ana Paula Chicareli: Novamente, temos um protagonista acomodado demais com a sua vida, daquele tipo que faz discurso, mas não segue nada do que diz.

O lado escuro da lua –Ana de Oliveira: esse conto expressa perfeitamente as dificuldades de viver um amor fora dos padrões e até que ponto o medo de mostrar ao mundo essa amor fora dos paradigmas pode atrapalhar, e muito, a sua vida. 

A Carta de Bárbara – Diana Lara: A esperança de não perder quem se ama, mesmo a amor tendo começado de uma forma tão errada, é a maior de todas, a ponto de não enxergarmos o óbvio. 

Decompasso – Liv Cerveira: Conto muito fofo. Temos um amor fora dos padrões e todas as suas dificuldades, no entanto nunca se abadona quem se ama, mesmo todos dizendo que esse amor não é válido. A letra de Longe aqui (Jay Vaquer) é perfeita para essa história (sério, encaixa muito bem).






Entre Duas Vidas – Mariana Dantas: sobre esconder seu verdadeiro eu e o quanto isso machuca não só você, mas todos ao seu redor. 

Familiar Demais – Tiago Delfini: Amizade versus relacionamento? Eis a dúvida. Manter a amizade ou ter peito para encarar ago novo? Aliás, vale à pena criar coragem para viver esse amor, será que irá durar? Será que essa mudança no relacionamento só vai afastar as duas pessoas?  

Entre certos e errados – Taylin Moriguti: arriscar uma felicidade que a maioria dos filmes vendem ou ir com tudo para algo novo, arriscado, mas que parece tão melhor?  

FICHA TÉCNICA
Sinopse: "Todas as cartas de amor são ridículas." - Álvaro de Campos. Cartas de amor são escritas por todos os apaixonados ao longo do tempo. Sua natureza romântica é muitas vezes considerada cafona, extravagante e risível. Porém, enquanto houver o amor, elas continuarão a ser escritas. Afinal, ridículos são aqueles que não amam. Os talentosos autores da coletânea refletem sobre o lado paradoxal e insensato dos sentimentos profundos da alma, e demonstram, através de uma abordagem inovadora e envolvente, os tão conhecidos contos de amor. Ridículas Cartas de Amor é uma seleção singular de histórias irreverentes, que tiram o cotidiano do lugar-comum e surpreende. Como o amor.
Adicione ao skoob aqui
Título: Ridículas Cartas de Amor 
Organizadora Marcia Dantas
86 páginas
Ano: 2015
Formato de leitura: impresso
Editora: Darda


MARCIA DANTAS nasceu e reside na cidade de São Paulo. Formada em 2012 em História - Licenciatura Plena pela UNIFAI, atua como professora da disciplina da rede de escolas estaduais. Afeita a músicas e nerdices em geral, não resiste a um bom livro e uma trilha sonora inspiradora – rock, de preferência. Também é apaixonada por muitas e muitas séries.
Tem na escrita sua paixão desde os mais tenros dias. No entanto, se considera praticante desde 2008, quando conheceu e mergulhou no mundo das fanfics que muito ensinaram sobre essa arte. Reescrevendo Sonhos é sua primeira publicação. 
Twitter | Facebook | Blog | Fanpage | Skoob

Como sou marketeira #SQN, vou divulgar novamente: tem sorteio rolando de dois exemplares desse livro + marcadores. Participe AQUI

24 comentários:

  1. Ahhhh, que linda essa resenha <3 Vlw a pena esperar <3


    Gostei da forma que vc viu cada um dos contos. Amo cada um dos pedacinhos dessa antologia linda, e ver como vc a viu me emociona.

    Obrigada pelas palavras sobre meu conto e por todo o carinho e dedicação.

    Parceria linda dando muitos e muitos frutos <3

    http://www.escritoramarciadantas.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Own, Marcia, essa nossa parceria tá lacradora. Desculpa pela mega demora com a resenha e sorteio, viu? Sou preguiçosa com esse lance de revisar resenha e fazer formulário de sorteio (queria publicar o sorteio e a resenha juntos). Fico feliz que cê tenha gostado da resenha, ainda acho que deveria ter falado mais de outros contos, mas aí ia dar um livrão rs <3

      Obrigada pela visita e pela parceria mais que especial, beijão!

      Excluir
  2. KARINA!
    Gosto muito de livros de contos porque podemos ver a opinião de quem escreve sobre determinado tema.
    E como falar de amor sem ser clichê, não é mesmo? Quanto mais clichê melhor.
    Estou bem curiosa para poder ler esse livro.
    “Saber interpor-se constantemente entre si próprio e as coisas é o mais alto grau de sabedoria e prudência.” (Fernando Pessoa)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Top Comentarista fevereiro, 4 livros e 3 ganhadores, participe!

    ResponderExcluir
  3. Oi Karina!
    Não conhecia este livro e gostei muito, a começar pelo título tão chamativo, e pelo tema; adoro estórias com cartas! Fiquei curiosa para conhecer os contos, devem ser muito emocionantes mesmo. Ótima resenha <3
    beijos ♥
    nuclear--story.blogspot.com | Sorteio A Rainha Vermelha

    ResponderExcluir
  4. Sou apaixonada por contos, tenho visto que as editoras tem investido neles. Uma coisa que me chamou atenção foi o que tu disse do autor coloca o leitor dentro do conto, acho isso um máximo, quem consegue parabéns.

    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  5. Oiee,
    Eu não tenho muito o costume de ler contos, e esses assim com vários autores me interessa bastante.

    Abraços!
    http://lendocomobiel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oiii
    Que amor essa sua resenha, adorei aquela imagem com a frase. Bom, eu tenho a Marcia nas redes sociais e sempre gostei das suas obras, essa eu nunca tive oportunidade de ler sobre, essa é a primeira vez e adorei <3
    Beijão

    ResponderExcluir
  7. Olha, eu perdi boa parte da minha vontade de ler romances justamente por causa dos clichés e estórias que parecem sempre seguir um roteiro pré - determinado. A proposta da antologia é boa, mas mesmo assim não sei se eu leria nesse momento.

    Bjs.

    Ciadoleitor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Olá, adoro livros de contos. Os da Editora são muito bons e eu sempre recomendo, esse ainda não tive a oportunidade de ler.

    Beijokas da Quel ¬¬
    Literaleitura

    ResponderExcluir
  9. Olha eu adorei a capa, e confesso que não lia muito contos, mas tenho visto tantas indicações boas e premissas de histórias interessantes e eu tenho curtido muito. Vou participar do sorteio porque gostei muito da resenha e quero ler os contos! ;)

    Beijos.
    http://www.escritacolorida.com.br/

    ResponderExcluir
  10. legal a autora ser minha colega de profissão :D
    Bem, sobre o livro, a principio a capa me agradou, em sua simplicidade... mas ai quando leio sobre do que se trata o livro... bem, eu fujo de romances, ainda mais aqueles clichês... mesmo que a proposta dos contos sejam clichês inovadores, não me senti inclinada a tentar a leitura... =/

    ResponderExcluir
  11. Olá,

    adorei a capa dessa obra, confesso que não conhecia, às vezes leio contos, mas com essa premissa e indicação, tenho que concordar que é no mínimo interessante o livro. www.sagaliteraria.com.br

    ResponderExcluir
  12. Karina, sou apaixonada por contos e confesso que por bom clichês, ou seja, apenas encantada com esse livro.
    Simples, mas muito lindo.
    Me interessou.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  13. Oiiie
    que lindo esse título, fiquei bem curiosa pela obra pois adoro contos e crônicas para mesclar com outra leitura, bela dica

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Adoro contos e adoro fanfictions. Por isso, é claro que achei o máximo essa proposta! Eu valorizo muito autores que buscam inovar e saber que tentaram fazê-lo nos clichês românticos me deixou animada para conhecer a obra. Gostei de alguns contos citados aqui, mas o da jovem que deseja viver um amor ao estilo mexicano, que dilacera a alma, parece até cômico (rs). Anotei a dica e desejo sucesso aos autores.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Que resenha maravilhosa!! É a primeira que leio sobre o livro. Fiquei encantada! Eu, que não sou muito fã de contos, estou curiosíssima para lê-los todos! Achei a capa simples, porém bem bonita.
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  16. Oii confesso pra vc que não curto muito contos... essa é a minha única ressalva mesmo com o livro. Mas gostei tanto da sua resenha, que quem sabe haha
    Vou tentar o sorteio...

    beijos
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  17. Eu ainda não li nenhum livros de contos, achei esse encantador e me interessei bastante, eu particularmente amei essa capa que apesar de simples está linda! Adicionado a lista de desejados!

    Beijos
    Dani Cruz
    blog-emcomum.blogspot.com.br
    Twitter - @blogemcomum / Insta - @blogemcomum / Fanpage Em Comum

    ResponderExcluir
  18. Olá!
    Já fiquei curiosa logo com o título! rsrsrs
    Sua resenha está ótima e me fez querer lê-lo também!

    Bjss
    www.livrosdabeta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  19. Olá,
    Eu não sou uma grande fã de contos, então dessa vez vou acabar passando e deixando a chance para alguém que vai realmente apreciar a leitura!!

    Beijokas

    ResponderExcluir
  20. Oi!
    Adorei a resenha, principalmente por você ter dado sua impressão sobre cada um dos contos, em geral os blogueiros só falam de um ou outro conto. Vou anotar a dica, faz tempo que não leio um bom livro de contos.
    Bjs!
    Quem Lê, Sabe Porquê

    ResponderExcluir
  21. Karina, obrigada pela dica! Esse é justamente o tipo de livro que me agrada. Vou lê-lo em breve! :)

    ResponderExcluir
  22. Oi, Karina, tudo bom?

    Eu não gosto muito de romance, mas fiquei bem surpreso com a ideia da antologia! Realmente temos muitas histórias bem parecidas por aí, então admiro a obra de transformar o clichê em inovador. Me pareceu bem interessante, principalmente a forma como você viu os contos! Parabéns!

    Abraços,
    http://claqueteliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Oi, tudo bem?
    Adorei a ideia do livro, amo contos e é bem verdade que essa repulsa das pessoas por clichés se tornou um cliché!
    Espero conseguir ler o livro em breve.
    Bjs

    ResponderExcluir

Seu comentário é importante e sempre bem-vindo!
*Você pode comentar sem ter uma conta do Google. Escolha a opção NOME/URL. No espaço para NOME, coloque seu nome/apelido e o espaço para URL não é obrigatório, mas se quiser, pode colocar o endereço de alguma rede social que possui.
*Blogueiros, deixem o link de seus blogs para que eu possa conhecê-los.
*Viu algum erro ortográfico no post? Desculpe-me, às vezes esses danados passam pela minha revisão. Bem, se não for muito incômodo, peço que use o formulário que se encontra na barra lateral direita desse blog para me informar do erro. Desde já agradeço a atenção.
Obrigada pela visita e volte sempre!



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...