29/03/2015

(Resenha Especial) A Mais Pura Verdade - Dan Gemeinhart


O que você está lendo agora é o primeiro parágrafo de uma resenha especial. “Por que especial, Karina?”, você deve estar se perguntando, e eu vou responder. Inscrevi o Eu e Minha Cultura no processo de seleção de parceiros da editora Novo Conceito (NC). Fiquei bem triste, quando vi que o blog não estava na lista de parceiros. Ah, agora vamos parar com esse “mimimi” chato? A NC enviou uma degustação (apenas os seis primeiros capítulos) do livro A Mais Pura Verdade, do autor Dan Gemeinhart, para todos os blogueiros que se inscreveram no processo, com intuito de compartilharmos nossas primeiras impressões com nossos leitores. O lançamento da obra está previsto para o dia 23 de março (já passou, eu sei rs). 

A Mais Pura Verdade conta a história de Mark, um garoto que resolve realizar seu sonho, escalar uma montanha. Para isso, foge de casa levando consigo apenas: máquina fotográfica, caderno, caneta, equipamento de alpinismo, passagem de trem (só de ida), seu cachorro, Beau, e remédios. Sim, queridos, “remédios”. Ele está doente, muito doente.

A primeira característica a se ressaltar na personalidade do nosso protagonista é a coragem. Um guri de aproximadamente 12 anos que resolve fugir de casa para realizar um sonho, no mínimo, perigoso precisa ter este adjetivo ressaltado nesta resenha. Outro predicativo a se destacar é a precocidade. Talvez seja pelo fato da doença estar presente em sua vida desde muito cedo, cinco anos de idade. 

A relação com Jessie, sua melhor amiga, comprova o quanto Mark é maduro, apesar da pouca idade. Diferentemente do que muitos esperam, eles são melhores amigos. Sim, nada de namoricos. Temos uma amizade linda, daquelas que um sente a dor do outro, que um sabe o que o outro está pensando, planejando.

“– Você tem uma melhor amiga menina? Tipo uma namorada?
– Não. É só uma amiga. Somos amigos desde sempre.” Não gostei muito do “só”, fica parecendo que amizade é um sentimento inferior ao amor romântico, quando ambos são sentimentos nobres. Nem inferior ou superior.

Terei que concordar com Holly Goldberg Sloan, autora best seller de Counting by 7s: vai fazer você querer abraçar bem forte o protagonista. Não gosto muito desse adjetivo, mas preciso urgentemente dizer, tendo apenas essas 95 páginas como base, que Mark é um carinha fofo. 
Corajoso, precoce, maduro, fofo. Imagine o efeito dessas características na escrita. Somente nessas poucas páginas, encontrei várias frases de efeito do tipo: Às vezes chorar é mais fácil quando alguém chora com você. Mas outras vezes só torna a situação ainda pior” (pág. 67). Frases de efeito são legais, mas precisam ser usadas com parcimônia. Quando aparecem frequentemente em diálogos, por exemplo, retiram a verossimilhança, afastam-se do real. Dan Gemeinhart não cometeu esse erro. O protagonista gosta de escrever haicais, um tipo de poema escrito em três linhas, em seu caderno fazendo com que a história possua uma linguagem poética, sem parecer algo “forçado” ou fora de contexto.

Os capítulos são narrados em primeira e terceira pessoa, respectivamente. Isto é, temos a visão de Mark, narrando sua aventura, e a do desespero de sua família, polícia e amigos. Gosto bastante quando os autores utilizam esse recurso, pois nos dá uma visão ampla, mais completa da história.

Um trecho que me deixou bastante intrigada foi este: “A mãe de Mark sentou-se, olhando para baixo, para as mãos, com os dedos entrelaçados. Eram as mãos de uma verdadeira mãe, suaves, só com pequenas rugas e o esmalte descascado. Estavam vazias, só podiam segurar uma à outra.” (pág. 67-68) Então, quer dizer, que uma mãe com as unhas bem feitas é uma falsa mãe? Intrigante.

A capa é linda. Adoro esse tom de azul e a simplicidade. Essa imagem que parece uma rachadura ou uma estrada (sei lá rs) está nos capítulos. As folhas são as amarelas, que tanto amamos. Em cada capítulo, sabemos a que distância, em quilômetros, Mark está de realizar seu sonho, escalar a montanha. 

Essas são as minhas primeiras impressões de A Mais Pura Verdade. Teria que ler a obra completa, para ter uma opinião completa, espero poder tê-la em mãos logo.

Um abraço! 

FICHA TÉCNICA
Sinopse: A Mais Pura Verdade - Em todos os sentidos que interessam, Mark é uma criança normal. Ele tem um cachorro chamado Beau e uma grande amiga, Jessie. Ele gosta de fotografar e de escrever haicais em seu caderno. Seu sonho é um dia escalar uma montanha.Mas, em certo sentido um sentido muito importante , Mark não tem nada a ver com as outras crianças.Mark está doente. O tipo de doença que tem a ver com hospital. Tratamento. O tipo de doença da qual algumas pessoas nunca melhoram.Então, Mark foge. Ele sai de casa com sua máquina fotográfica, seu caderno, seu cachorro e um plano. Um plano para alcançar o topo do Monte Rainier.Nem que seja a última coisa que ele faça. A Mais Pura Verdade é uma história preciosa e surpreendente sobre grandes questões, pequenos momentos e uma jornada inacreditável.


Adicione ao skoob aqui
Título: A Mais Pura Verdade
Autor:  Dan Gemeinhart
224 páginas
Editora: Novo Conceito
Compre: Cultura | Amazon Saraiva | Submarino


4 comentários:

  1. Oi querida,
    Tudo bom sou sua seguidora e também blogueira do Leitura Kriativa. Hoje queria fazer um convite para você. Lancei meu primeiro livro ano passado chamado Vingança Mortal, uma história suspense policial ambientada no interior do RS. Então queria te convidar a conhecer um pouquinho mais da história na minha página e se puder curtir minha página no face: https://www.facebook.com/escritoraraquelmachado
    Além disso estou com parcerias com blogs abertas se você tiver interesse me manda um e-mail que eu te explico direitinho como estou fazendo: raquel.machado2014@yahoo.com.br
    Obrigada desde já pela atenção e desculpe pelo incomodo.
    Beijos
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    leiturakriativa.blogspot.com.br/p/vinganca-mortal.html

    ResponderExcluir
  2. Oi, Karina (:
    Essa ação da NC de enviar os primeiros capítulos para todos os blogueiros foi muito bacana! *-* Li esse livro há um tempo e o achei muito bom. O final é inteligentíssimo <3 Gostei demais.
    Espero que você possa continuar a leitura em breve (se ainda não o fez).
    Beijinhos

    Brunna Carolinne - My Favorite Book - @MFBook
    myfavoritebook-mfb.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Vou procurar ler o livro deve ser muito show, ótima resenha :D

    Victor Andrade - @CatEntediado
    http://cowspectrocomics.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Seu comentário é importante e sempre bem-vindo!
*Você pode comentar sem ter uma conta do Google. Escolha a opção NOME/URL. No espaço para NOME, coloque seu nome/apelido e o espaço para URL não é obrigatório, mas se quiser, pode colocar o endereço de alguma rede social que possui.
*Blogueiros, deixem o link de seus blogs para que eu possa conhecê-los.
*Viu algum erro ortográfico no post? Desculpe-me, às vezes esses danados passam pela minha revisão. Bem, se não for muito incômodo, peço que use o formulário que se encontra na barra lateral direita desse blog para me informar do erro. Desde já agradeço a atenção.
Obrigada pela visita e volte sempre!



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...