17/08/2014

(Resenha) Diário de um Banana - Jeff Kinney




Primeiramente, devo dizer que eu assisti ao filme Diário de um Banana e me diverti bastante com as aventuras do Greg Heffley e de seu melhor amigo, Rowley. Ah, e o queijo está na quadra de basquete...

Antes de ler, qualquer pessoa dá aquela folheada básica no livro, é claro que evitando ler qualquer trecho (spoiler, nunca!). Quando fui fazer isso, fiquei encantada com as ilustrações do Jeff Kinney, que também é o autor do livro. E o queijo está na quadra de basquete...

Já tinha lido outro livro com esse formato, um diário com ilustrações. O Diário de Sofia, assim como Diário de um banana possui uma forma bem descontraída de se narrar um livro, algo possível por conta do livro ser o diário do personagem. A união da linguagem verbal e não-verbal dá um efeito singular ao livro, é como se uníssemos história em quadrinhos com os livros tradicionais. E o queijo está na quadra de basquete...

Já começo o livro dando uma risada alta. Sabe aquela bendita fase intermediária entre a infância e a adolescência? Sim, sim é esta mesmo: a pré-adolescência. A (o) garota (o) mais bonita (o), mais feia (o), inteligente, escalas de popularidade, esquemas malucos para subir na escala de popularidade e outras preocupações típicas dessa época. Greg Heffley irá narrar todas elas, claro que acrescentando um pouco de sua imaginação fértil. E o queijo está na quadra de basquete...

Essa é primeira vez que acho o filme mais legal que o livro. Não estou desmerecendo a qualidade do livro, mas, por ser um livro de memórias, (sim, o Greg disse que não gosta de chamarem de diário) a narração acaba ficando sem diálogo e a história foge um pouco da sequência. O filme já traz tudo isso e um pouco mais. Para um final de semana recomendo o filme e o livro Diário de um BananaE o queijo está na quadra de basquete...

Vocês devem estar se perguntando o motivo de eu ter repetido esta frase no final de cada parágrafo: e o queijo está na quadra de basquete. Sabe aquelas brincadeiras de criança do tipo "violeta" e " contigo"? No livro tem o toque do queijo. O queijo deve ter caído de algum sanduíche de criança, mas ninguém o apanhou e ele começou a ficar mofado e nojento e quem o tocasse estaria com o toque do queijo, ou seja, não poderia tocar em mais ninguém, a não ser para passar o toque.


FICHA TÉCNICA
Sinopse: Não é fácil ser criança. E ninguém sabe disso melhor do que Greg Heffley, que se vê mergulhado no ensino fundamental, onde fracotes subdesenvolvidos dividem os corredores com garotos mais altos, mais malvados e que já se barbeiam. Em Diário de um Banana, Greg nos conta as desventuras de sua vida escolar. Em busca de um pouco de popularidade (e também de um pouco de proteção), o garoto se envolve em uma série de situações que procura resolver de uma maneira muito particular. No primeiro livro da coleção, o autor e ilustrador Jeff Kinney nos apresenta um herói improvável e encantador. Um garoto comum às voltas com os desafios da puberdade. 
Adicione ao skoob aqui
Título: Diário de Um Banana (livro 1)
Autor: Jeff Kinney
217 páginas
Editora: Vergara e Riba (V&R)
ISBN: 978-85-7683-393-2                    
Compre: Cultura | Amazon | Saraiva V&R

6 comentários:

  1. O livro não tá na minha super lista de leitura, mas acredito que eu leria um dia.

    www.iasmincruz.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois então adiciona à sua lista de "leituras futuras", acredito que você não irá se decepcionar.

      Excluir
  2. Oii,

    Já vi muitas resenhas sobre, até já peguei emprestado mais ainda não li, vou tentar ler o mais rapido possivel, parece otimo *--*

    Gostei desse negocio do queijo hahahaha


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É ótimo mesmo, Ana!
      Haha! Esse negócio do queijo é divertido mesmo, faz com que eu me lembre daquelas brincadeiras do tipo "violeta"... e eu não lembro mais o nome de nenhuma rsrsrs. Obrigada pela visita e volte sempre!

      Excluir
  3. Olá Karina, tudo bem???

    Gostei de ver a sua empolgação com a leitura do livro... a minha filha gosta muito dele... volta e meia ela aparece com um dos volumes em casa lendo e relendo e ela adora o filme também... eu já não curto muito... xero!!!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Diana, tudo bem, sim. Eu gosto muito de livros infantis... Sei lá acho que a minha parte criança ainda está aqui. Sua filha tem bom gosto para livros. Também pretendo ler outros volumes. Obrigada pela visita e volte sempre.

      Excluir

Seu comentário é importante e sempre bem-vindo!
*Você pode comentar sem ter uma conta do Google. Escolha a opção NOME/URL. No espaço para NOME, coloque seu nome/apelido e o espaço para URL não é obrigatório, mas se quiser, pode colocar o endereço de alguma rede social que possui.
*Blogueiros, deixem o link de seus blogs para que eu possa conhecê-los.
*Viu algum erro ortográfico no post? Desculpe-me, às vezes esses danados passam pela minha revisão. Bem, se não for muito incômodo, peço que use o formulário que se encontra na barra lateral direita desse blog para me informar do erro. Desde já agradeço a atenção.
Obrigada pela visita e volte sempre!



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...