30/06/2013

Não é minha, mas é poesia

Olá aculturados!

No post passado eu disse que estava cheia de idéias para posts bem legais para o nosso blog. Esta é mais uma novidade do Eu e Minha Cultura.


O título da postagem já é auto-explicativo: "Não é minha, mas é poesia". O novo marcador do blog terá postagens relacionadas a poesias, que é outra paixão minha.


Os poemas divulgados não são de minha autoria, mas é poesia e merece ser apresentada e divulgada para que outras pessoas sintam sua alma tocada por este gênero mágico que é a poesia.


Não serão apenas poesias que irei postar aqui. Publicarei curiosidades sobre o gênero e muito mais!


Houve um tempo em que eu tentei me aventurar neste ramo, mas os únicos resultado foram textos desalinhados (risos) não consigo seguir os padrões da escrita poética.


Nada melhor para um primeiro post do que um poema explicando o poema. Confusos? Então leiam e entendam.

Procura de poesia (Fragmento)


Penetra surdamente no reino das palavras.

Lá estão os poemas que esperam ser escritos.
Estão paralisados, Mas não há desespero,
Há calma e frescura na superfície intacta.
Ei-los sós e mudos, em estado de dicionário.
Convive com teus poemas, antes de escrevê-los.
Tem paciência, se obscuros. Calma, se te provocam.
Espera que cada um se realize e consome
Com teu poder de palavra
E seu poder de silêncio.
Não forces o poema a desprender-se do limbo,
Não colhas do chão o poema que se perdeu,
Não adules o poema. Aceita-o.
Como ele aceitará sua forma definitiva e concentrada
No espaço.

(Carlos Drummond de Andrade)



Quero saber o que vocês acharam do poema. Tem algum poeta aí? Vocês gostaram do novo marcador do blog? Comentem é importante para eu ouvir suas opiniões. É sempre bom trocar conhecimentos e idéias.


Três beijos e xalzinho. Vou dormir. As 02h03min escrevendo este post para vocês (risos)!


4 comentários:

  1. Ai flor, eu gosto de poesias... mas tenho que ler em um dia de muita inspiração sabe? pois alguns poemas são meio que códigos e temos que ficar horas tentando entender o que o poeta estava sentindo ao escrever aquelas palavras tão lindas e tocantes. Pelo menos eu me perco nisso, eu sinto algo quando leio mas tento imaginar o que ele quis passar com aquilo...

    Gostei bastante do novo marcador do blog, é algo diferente e com conteúdo interessante!

    Beijão flor
    http://cappuccinoebobagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tento fazer do "minha cultura" algo além de um blog sobre livros,é claro que existem livros de poesia mas é algo completamente diferente de livros de histórias.Costumo chamar os poemas de "palavras mágicas".

      Eu te compreendo.Há momentos que não conseguimos decifrar o que os poetas querem nos passar.

      Beijos e volte sempre!

      Excluir
  2. Eu gostei bastante dessa nova coluna do blog, te diferencia de outros blogs e sua primeira escolha foi perfeita, eu gostei bastante da poesia. Outras poesias muito boas são as de Flora Figueiredo, e particularmente eu adoro!

    Beijinhos,
    http://marcaprovisoria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não me lembro de nenhum poema que li dela,mas sei que já li.Obrigada pela indicação.

      É eu sempre tento me diferenciar,vamos ver se eu consigo não é?!

      Beijos!

      Excluir

Seu comentário é importante e sempre bem-vindo!
*Você pode comentar sem ter uma conta do Google. Escolha a opção NOME/URL. No espaço para NOME, coloque seu nome/apelido e o espaço para URL não é obrigatório, mas se quiser, pode colocar o endereço de alguma rede social que possui.
*Blogueiros, deixem o link de seus blogs para que eu possa conhecê-los.
*Viu algum erro ortográfico no post? Desculpe-me, às vezes esses danados passam pela minha revisão. Bem, se não for muito incômodo, peço que use o formulário que se encontra na barra lateral direita desse blog para me informar do erro. Desde já agradeço a atenção.
Obrigada pela visita e volte sempre!



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...